Número total de visualizações de página

quinta-feira, 2 de maio de 2013

ONU realiza evento para o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa nesta quinta (2), às 11h, em NY

O Departamento de Informação Pública da ONU (DPI) e a UNESCO organizarão um evento especial na sede da ONU em Nova York nesta quinta-feira (2), das 11h às 14h (horário de Brasília), para marcar o 20º aniversário da proclamação oficial do Dia Mundial da Liberdade de Imprensa.
O Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, e o Presidente da Assembleia Geral da ONU, Vuk Jeremic, estarão presentes. O evento será transmitido ao vivo pelo site http://webtv.un.org e é possível enviar perguntas e comentários durante a sessão no www.facebook.com/UNDPINGOsPartners4Change ou pelo Twitter nas hashtags #DPINGO e #WPFD.
O evento “Seguro para falar: Garantir a segurança dos jornalistas e profissionais de mídia” abordará a necessidade em defender a liberdade de imprensa, que continua a ser pertinente e relevante como era quando a data foi criada pela Conferência Geral da UNESCO, em 1991.
Neste ano, o Dia será sobre a segurança dos jornalistas.
O Plano de Ação da ONU sobre a segurança dos jornalistas e a questão da impunidade – aprovado em 2012 pelos principais líderes de todos os órgãos, agências, fundos e programas das Nações Unidas – é um elemento importante para garantir a segurança dos jornalistas e deve ser implementado pelos governos em todo o mundo, como forma de alcançar a liberdade de imprensa.
A necessidade de implementação bem sucedida do Plano é especialmente evidente ao se observar o estado da liberdade de imprensa hoje. A Diretora-Geral da UNESCO, Irina Bokova, condenou em 2012 os assassinatos de 121 jornalistas – quase o dobro dos números anuais de jornalistas mortos no cumprimento do dever em 2011 e 2010.
Junto com esta tendência do aumento nas mortes, perseguições, prisões arbitrárias e ataques online contra jornalistas permanecem generalizados, agravados por um alto nível de impunidade para aqueles que cometem crimes contra profissionais de mídia.
A discussão vai abordar formas de garantir a segurança das pessoas que trabalham nos meios de comunicação, tanto online como offline, a fim de promover uma imprensa livre, independente e pluralista.

Confira a programação

SESSÃO DE ABERTURA
Mediador: Peter Launsky-Tieffenthal, Subsecretário-Geral da ONU para Comunicação e Informação Pública.
Discurso de Abertura
o    Ban Ki-moon, Secretário-Geral das Nações Unidas
o    Vuk Jeremic, Presidente da Assembleia Geral da ONU
o    Lyutha Sultan al-Mughairy, Embaixador de Omã nas Nações Unidas e presidente da Comissão da Informação da Assembleia Geral
o    Philippe Kridelka, Diretor do Escritório de Ligação da UNESCO em Nova York
o    Pamela Falk, Presidente da Associação de Correspondentes das Nações Unidas
PAINEL DE DISCUSSÃO
Mediador: Maher Nasser, Diretor da Divisão de Promoção do DPI
Painelistas
o    Suzanne Bilello, Oficial de Informação Pública e de Ligação da UNESCO
o    Oliver Modi, Presidente do Sindicato dos Jornalistas do Sudão do Sul
o    Joel Simon, Diretor Executivo do Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ)
o    Marcela Turati, Co-Fundador da ‘Periodistas de a Pie’

Sem comentários:

Enviar um comentário