Número total de visualizações de página

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Chavez está “feliz e motivado” após voltar à Venezuela, diz o vice Nicolas Maduro

Depois de visitar o presidente Chavez no hospital, o vice Nicolas Maduro (foto) disse que o mandatário está “estável” e encontra-se “feliz e motivado” por voltar à Venezuela. Ele ainda criticou a oposição, que tem cobrado mais transparência sobre a saúde do presidente. Já o Tribunal de Justiça anunciou que está pronto para empossar Chavez.

O vice-presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, disse na segunda-feira, dia 18, que o presidente Hugo Chavez está “feliz e motivado” após estar de volta a seu país. Depois da visita ao chefe de Estado no hospital Militar de Caracas, Maduro atendeu à imprensa e disse que o estado de Chavez é “estável”.
Diante da multidão que se posicionou em frente ao hospital, o vice agradeceu à população pela solidariedade expressa depois de saber da chegada de Chavez de Havana, onde ele permaneceu por mais de 60 dias depois de ser operado de um câncer. “Nós compartilhamos o amor, o transbordamento de alegria de nosso povo”, disse.
O vice-presidente aproveitou a oportunidade para fazer um alerta aos grupos de oposição, que fizeram críticas ao modo como Chavez retornou ao país. “Esta direita asquerosa precisa respeitar as pessoas, é melhor que fiquem em silêncio”, afirmou. Maduro ainda informou que seria realizada na noite desta segunda, no próprio hospital, uma reunião do Conselho de Ministros para avaliar o andamento do governo.
Em nota, o Tribunal de Justiça disse que está pronto para empossar o presidente eleito. Apesar de não ter tomado posse em 10 de janeiro, como estava previsto, a corte autorizou Chavez a fazê-lo mais adiante, quando estivesse em condições, e que seu atual mandato, iniciado em 2007, seguisse adiante.
De surpresa
O retorno de Chavez à Venezuela surpreendeu a todos. Ele anunciou apenas na segunda-feira, dia 18, que estava de volta ao país. Por meio de sua conta na rede social Twitter, informou: “Chegamos novamente à pátria venezuelana. Obrigado, meu Deus! Obrigado, povo amado! Aqui continuaremos o tratamento.”
Em seguida, Chavez agradeceu aos irmãos e líderes cubanos Fidel Castro e Raul Castro e também ao povo venezuelano “por tanto amor”. “Sigo agarrado a Cristo e confiante em meus médicos e enfermeiras. Até a vitória, sempre! Viveremos e venceremos”, disse, na mensagem na rede social.
As declarações foram feitas três dias depois de o governo venezuelano divulgar as primeiras fotografias de Chavez desde que ele viajou à capital cubana, Havana, há mais de dois meses. Nas imagens, ele aparece deitado em uma cama ao lado das duas filhas, Maria Gabriela e Rosa Virgínia.

A.G.

Sem comentários:

Enviar um comentário