Número total de visualizações de página

sábado, 16 de fevereiro de 2013

"Governo mentiu-nos nos últimos dois meses sobre saúde de Chávez"


O líder da oposição venezuelana, Henrique Capriles, acusou na quinta-feira o Governo do país de mentir sobre o estado de saúde do Presidente Hugo Chávez, que se encontra internado em Cuba há mais de dois meses para o tratamento a um cancro.
Durante uma conferência de imprensa, o opositor de Chávez, que saiu vencido das últimas presidenciais em Outubro, acusou que "muito provavelmente, sobre o estado de saúde do Presidente da República, eles [o Governo] mentiram-nos durante os dois últimos meses", cita o jornal venezuelano El Nuevo Herald.

Capriles defendeu que Chávez pode estar numa situação "totalmente diferente" daquela que foi anunciada pelo Governo, cujos membros são os únicos autorizados a falar sobre o estado de saúde do Presidente.

Capriles frisou, ainda, que esta não é a primeira vez que o Governo da Venezuela mente: na passada sexta-feira, o bolívar – moeda no país - foi desvalorizado em mais de 30% depois de o Executivo ter garantido que tal não ia acontecer.

De acordo com o El Nuevo Herald, o vice-Presidente, Nicolas Maduro, garante que Chávez continuará no comando do país apesar de ter sido recentemente, sujeito a tratamentos "extremamente complexos e difíceis". 

Chávez é Presidente da Venezuela desde 1999, mas não pode tomar posse de um novo mandato a 10 de Janeiro devido aos seus problemas de saúde, encontrando-se actualmente em Cua para uma nova fase de tratamentos contra um cancro pélvico. 

N. M.

Sem comentários:

Enviar um comentário