Número total de visualizações de página

sábado, 20 de abril de 2013

Rússia desmantela rede de droga encabeçada por português

Rede era comandada por um português, um ucraniano e um moldavo. Pena de prisão pode ultrapassar os dez anos.
A polícia apreendeu também haxixe e drogas sintéticas

O Serviço Federal de Combate ao Tráfico de Droga da Rússia desmantelou uma importante rede de tráfico de droga que tinha um português como um dos principais cabecilhas.
De acordo com um comunicado das autoridades russas, citado pela TSF, a detenção ocorreu ainda no final de Março, altura em que os agentes policiais detiveram 16 membros da rede e apreenderam também 36 quilos de haxixe e 30 mil pastilhas de uma droga sintética. As autoridades acreditam que a droga se destinava às provas desportivas Universíadas que se vão realizar em Kazan, capital da Tartária, em Julho.
O grupo em questão eram comandado pelo português e ainda por um ucraniano e por um moldavo que chegaram ao país com a droga num carro com matrícula portuguesa. Porém, o Serviço Federal de Combate ao Tráfico de Droga daquela país escusou-se, para já, a avançar o nome dos detidos, justificando que o processo ainda está em fase de investigação.
“Os traficantes partiram de Portugal, foram a Espanha carregar o haxixe de África, depois, através de França e da Alemanha, foram à Holanda buscar as pastilhas e entraram na Rússia através da Polónia e Bielorrússia”, lê-se no comunicado citado pela mesma rádio.
“É surpreendente como é que os traficantes, ao trazer grandes quantidades de droga para a Rússia, atravessaram cinco países europeus sem problemas”, dizem as autoridades, que acompanhavam as movimentações deste grupo desde há quase um ano, culminando o trabalho nas detenções feitas em Março.
A moldura penal russa para este tipo de crimes pode ultrapassar os dez anos.
=Público=

Sem comentários:

Enviar um comentário